Ambar Universal é um sistema adesivo fotopolimerizável com elevada adesão em diferentes modos: autocondicionante, ácido seletivo em esmalte ou condicionamento total.
Mais informações

Descrição

Ambar Universal é um sistema adesivo fotopolimerizável indicado para uso sob diferentes protocolos de condicionamento ácido (autocondicionante, seletivo em esmalte ou condicionamento total) em diferentes superfícies (esmalte e dentina, metal, cerâmica ou resina composta). Oferece excelentes resultados na ação conjunta com cimentos resinosos para cimentação de quaisquer tipos de peças protéticas, sendo compatível com cimentos resinosos duais, auto ou fotopolimerizáveis.

Apresentação

• 1 frasco com 4ml de adesivo.
• 1 manual de instruções de uso para o profissional.

• 1 frasco com 6ml de adesivo.
• 1 manual de instruções de uso para o profissional.

• Ingredientes ativos: MDP (10-Metacriloiloxidecil dihidrogênio fosfato), monômeros metacrílicos, fotoiniciadores, coiniciadores e estabilizante.
• Ingredientes inativos: carga inerte (nanopartículas de sílica) e veículo (etanol).

Características e Vantagens

• MDP Potencializado: extra resistência adesiva e longevidade clínica.
• Possui elevada adesão em diferentes modos: autocondicionante, ácido seletivo em esmalte ou condicionamento total.
• É indicado como primer de metais e cerâmicas.
Contém nanopartículas de sílica tratada, conferindo maior estabilidade e resistência à película adesiva.
• É compatível com cimentos duais, auto ou fotopolimerizáveis.
• Suas características químicas que garantem a qualidade da polimerização (mesmo em ambiente com alta umidade) e consequente longevidade da película adesiva.
• Tem a combinação de primer e bond no mesmo frasco, simplificando as etapas clínicas.
Possui solvente à base de etanol, conferindo elevada afinidade pela dentina e adequada formação da camada híbrida.

Indicações

• Todas as classes de restaurações diretas com compósitos (classe I, II, III, IV e V).
• Cimentação adesiva (em conjunto com cimento resinoso) de peças protéticas (pinos intracanais/núcleos, coroas, onlays/inlays, facetas, etc.) em fibra de vidro, compômero, cerâmicas condicionáveis ou não condicionáveis, resina e metal.
• Reparos adesivos em cerâmicas e compósitos.
• Como primer para metal ou cerâmicas (condicionáveis e não condicionáveis).

Passo a Passo

Restaurações diretas fotopolimerizáveis em esmalte e/ou dentina

Passo 1

Faça a profilaxia dos dentes com pedra-pomes e água ou jato de bicarbonato de sódio.

Passo 2

Registre a cor dos dentes sempre limpos e hidratados.

Passo 3

Quando necessário, anestesia deverá ser ministrada.

Passo 4

Faça o isolamento do campo operatório: as restaurações adesivas diretas podem ser adequadamente executadas com isolamento absoluto (dique de borracha) ou isolamento relativo dependendo do caso. Há casos em que o uso do dique de borracha é imprescindível.

Passo 5

Preparo do dente: prepare a cavidade com o mínimo de redução da estrutura dental, conforme a possibilidade.

Passo 6

Aplicação do adesivo: veja o procedimento específico nos itens 2 e 3 deste manual de instruções.

Cimentações de restaurações indiretas

Passo 1

Preparo do dente: faça o isolamento do dente com dique de borracha ou isolamento relativo e utilize fio retrator gengival – ex.: Pro-Retract (FGM) quando a margem do preparo for subgengival para garantir que não ocorra contaminação do preparo.

Passo 2

Limpar adequadamente os preparos com pedra-pomes e escova/taça para profilaxia.

Passo 3

O tratamento da superfície interna das peças protéticas deverá seguir a indicação de acordo com a classificação do material. Siga as recomendações do fabricante do material restaurador no processo de cimentação.

Passo 4

Aplicação do adesivo: veja o procedimento específico nos itens 2 e 3 deste manual de instruções.

Cimentações de pinos pré-fabricados

Passo 1

Faça o exame radiográfico (radiografia periapical) e verifique a qualidade do tratamento endodôntico.

Passo 2

Isole o campo operatório. Priorize o uso do dique de borracha.

Passo 3

Remova a guta percha do canal utilizando broca ou instrumento adequado mantendo de 3 a 5mm de guta percha na região apical, garantindo o selamento da obturação endodôntica.

Passo 4

Selecione o pino pré-fabricado – ex.: Whitepost –(FGM) de acordo com o diâmetro do conduto.

Passo 5

Prepare o conduto radicular com brocas adequadas até adaptá-lo ao formato do pino. Evite desgaste desnecessário. Para os pinos Whitepost DC ou DC-E (FGM), utilize as brocas Whitepost DC ou DC-E de acordo com o diâmetro do pino a ser utilizado.

Passo 6

Aplicação do adesivo: veja o procedimento específico nos itens 2 e 3 deste manual de instruções.

Preparo do substrato dental Método Autocondicionante (self-etch)

Passo 1

Restaurações diretas e indiretas: não há necessidade de condicionamento prévio, tanto de esmalte quanto de dentina.

Passo 2

Cimentação de pinos pré-fabricados: não há necessidade de condicionamento prévio da dentina.

Método de condicionamento seletivoemesmalte (selective-etch)

Passo 1

Restaurações diretas e indiretas: aplique ácido fosfórico – ex.: Condac 37 (FGM) por 15 segundos somente em esmalte. Lave a superfície com água em abundância e seque a cavidade de modo que a dentina não fique desidratada, mas que também não haja acúmulo de água na superfície.

Passo 2

Cimentação de pinos pré-fabricados: não há necessidade de condicionamento prévio da dentina.

Método de condicionamento com ácido total (total-etch)

Passo 1

Restaurações diretas e indiretas: aplique ácido fosfórico – ex.: Condac 37 (FGM) por 15 segundos tanto em esmalte quanto em dentina, conforme o tipo do preparo. Lave a superfície com água em abundância e seque a cavidade de modo que a dentina não fique desidratada, mas que também não haja acúmulo de água na superfície. Caso haja necessidade de reumedecer a dentina para aplicação do sistema adesivo, utilize água destilada ou clorexidina, ex.: Clorhexidina S (FGM) em bolinhas de algodão. Com o reumedecimento da dentina, reumedece-se também o esmalte e pode-se tratá-lo também pela técnica úmida.

Passo 2

Cimentação de pinos pré-fabricados: aplique ácido fosfórico – ex.: Condac 37 (FGM) por 15 segundos dentro do conduto radicular e estrutura dental remanescente. Lave rigorosamente com seringas endodônticas de irrigação e remova o excesso de água com cones de papel absorvente.

Aplicação do adesivo Restaurações diretas e indiretas

Passo 1

Dispense Ambar Universal em um pote Dappen ou diretamente sobre um microaplicador descartável.

Como primer de metal ou cerâmicas não condicionáveis

Passo 1

Após jateamento da superfície interna da peça com abrasivos, lave completamente com spray de ar e água e seque com ar isento de óleo.

Passo 2

Com auxílio de um microaplicador descartável, aplique Ambar Universal na superfície interna da peça (previamente tratada) sob fricção, aguarde 15 segundos e então aplique um leve jato de ar durante 10 segundos. Não fotopolimerize. Aplique o cimento resinoso Allcem (FGM) no interior da peça.

Como primer de cerâmicas condicionáveis

Passo 1

O modo de aplicação de Ambar Universal é equivalente ao indicado no item 3.3, contudo em vez do jateamento abrasivo, deve-se condicionar a superfície com ácido fluorídrico – ex.: Condac Porcelana (FGM) e aplicar o agente silano – ex.: Prosil (FGM) antes da aplicação de Ambar Universal na peça, conforme seus respectivos manuais de instrução.

* O tempo de fotoativação indicado para este produto depende da potência de luz que o equipamento emite. Recomenda-se que a densidade de potência do fotopolimerizador seja acima de 400mW/cm², garantindo a qualidade do polímero gerado e a qualidade da união. Adesão dos materiais restauradores

Dê sequência ao trabalho de restauração ou cimentação conforme instruções específicas dos produtos a serem utilizados, de acordo com as instruções do fabricante do material restaurador.

Informações ao Profissional

Precauções e Contraindicações

• Antes da aplicação do adesivo, certifique-se de que a superfície da dentina se encontra levemente brilhante (úmida), porém sem excessos de água.
• O ar utilizado em todo o procedimento deve estar livre de óleo e água.
• O tempo de fotoativação indicado para este produto depende da potência de luz emitida pelo equipamento. Recomenda-se que a intensidade de potência do fotopolimerizador seja acima de 400 mW/cm², garantindo a qualidade do polímero gerado e a qualidade da união. Não há possibilidade de ocorrer sobre-exposição.
• Aparelhos fotopolimerizadores devem ter sua intensidade aferida com frequência utilizando-se um radiômetro. Recomenda-se que o paciente e o cirurgião-dentista utilizem óculos de proteção durante a emissão de luz azul pela unidade de fotopolimerização.
• Não aplicar adesivo em excesso para não comprometer a qualidade da adesão e para prevenir eventuais problemas estéticos e funcionais. O excesso de aplicação de jato de ar também deve ser evitado, prevenindo a incorporação de bolhas de ar no adesivo.
• Não deixe Ambar Universal ao alcance de pacientes e crianças.
• Ambar Universal contém monômeros metacrilatos. Evite usar o produto em pacientes que apresentam alergia aos acrilatos/metacrilatos. Para reduzir o risco, minimize o tempo de exposição dos tecidos dentais a esses materiais não polimerizados.
• Use luvas de proteção durante a manipulação do produto. Caso o produto entre em contato acidental com olhos ou tecidos orais, lave com grande quantidade de água.
• Certifique-se de fechar a tampa do frasco após o uso.
• Em cavidades profundas faça a proteção do complexo dentino-pulpar com um material de forramento ou base cavitária. Não use material que contenha eugenol como base para evitar a cura insuficiente na superfície. A aplicação de concentração elevada de H²O² também deve ser evitada, pois pode interferir na polimerização do adesivo.

Conservação e Armazenamento

• Ambar Universal deve ser armazenado em temperatura entre 5°C-25°C/41°F-77°F.
• Proteger o produto de contaminação externa.
• O frasco de Ambar Universal deve ser fechado imediatamente após o uso para evitar evaporação do solvente.
• Não exponha o produto à luz intensa ou temperaturas elevadas.
• Não utilizar o produto após o prazo de validade.
Para limpeza, Ambar Universal pode ser removido com álcool.
• O prazo de validade de Ambar Universal é de 2 anos a partir da data de fabricação descrita na embalagem.

Efeitos colaterais

• Ambar Universal pode provocar reações de sensibilização em pacientes sensíveis a quaisquer dos componentes da fórmula. Neste caso, o material não deve ser utilizado.

Advertências

• Não utilize o produto se ele estiver fora do prazo de validade.
• Para descarte do produto, siga a legislação de seu país.
• Não reaproveite a embalagem vazia.
• Mantenha fora do alcance de crianças.
• Este material foi fabricado somente para uso dental e deve ser manipulado de acordo com as instruções de uso. O fabricante não é responsável por danos causados por outros usos ou por manipulação incorreta. Além disso, o usuário está obrigado a comprovar, antes do emprego e sob sua responsabilidade, se este material é compatível com a utilização desejada, principalmente quando essa utilização não está indicada nestas instruções de uso. Descrições de dados não constituem nenhum tipo de garantia e, por isto, não possuem qualquer vinculação.