sorriso-alinhado

Sorriso alinhado é sinônimo de jovialidade facial

O envelhecimento é um processo natural do organismo, visível por meio de diversas alterações na pele e nas estruturas ósseas e musculares. O rosto é uma das partes do corpo que mais denunciam os anos já vividos. A partir dos 25 anos, a pele lisa dá lugar as rugas e linhas de expressão faciais. “Mais do que uma questão estética, a beleza está relacionada com o bem-estar físico e psicológico do indivíduo”, destaca Gerson Köhler, especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial.

A prevenção é a melhor alternativa para manter o rosto jovem e com aspecto saudável. Mesmo que os cuidados comecem um pouco mais tarde, é possível obter bons resultados. Cosméticos, tratamentos estéticos e cirurgia plástica estão entre os artifícios usados para minimizar as marcas deixadas pelo tempo. “A Ortodontia e a Ortopedia Facial – atuando sobre as estruturas sutentação do rosto (arcadas ósseas com seus dentes) – também podem ajudar nesta corrida contra o tempo e contra o envelhecimento. Os primeiros sinais de que o corpo está envelhecendo são o surgimento de linhas finas ao redor dos olhos, os chamados pés-de-galinha”, explica.

As alterações dentofaciais contribuem para deixar a face com uma aparência ainda mais envelhecida. As mudanças nos ossos faciais, especialmente na maxila, são consideradas importantes fatores que envelhecem o rosto de uma pessoa. Nestes casos, apenas submeter-se a uma plástica para eliminar o excesso de pele não será suficiente para recuperar o sonhado aspecto facial rejuvenescido. “Os tratamentos ortodônticos modernos, associados a outras intervenções faciais estéticas, proporcionam uma melhora significativa da jovialidade facial”, afirma Gerson, especialista em Ortopedia Facial e Funcional dos Maxilares.

Segundo Juarez Köhler – ortodontista e ortopedista facial – não existe uma regra geral para todas as pessoas quando o assunto é envelhecimento da face. Estudos científicos e observações de experiências clínicas apontam que este processo é lento e contínuo. “Cada pessoa deve ser avaliada de maneira individual. A partir do diagnóstico preciso é possível definir as melhores estratégias de tratamento para recuperar a jovialidade do rosto e a funcionalidade de todas as suas estruturas”, ressalta.

O envelhecimento é responsável pelo aumento do ângulo da mandíbula, que prejudica o apoio dos tecidos moles da região inferior do rosto e do pescoço, e pela perda de definição da borda inferior da face. O resultado se faz visível pela pele flácida na região e também pela redução da projeção do queixo. “O posicionamento incorreto dos dentes e as alterações nas funções, parte óssea e muscular da face também são vilões da jovialidade do rosto como um todo. Isto explica o motivo pelo qual o tratamento dentofacial em adultos, por meio da ortodontia (em suas diversas alternativas terapêuticas) , propicia um sorriso bonito e promove o aspecto de rejuvenescimento facial”, observa Juarez.

O posicionamento inadequado ou a ausência de dentes ainda pode causar ou intensificar o aprofundamento do perfil, o apinhamento dentário e a redução do volume labial e do suporte nasal. Juarez enfatiza que a Ortodontia tem uma percepção integrada do paciente e visa à estética bucal e facial. “O sorriso harmonioso é bonito esteticamente, importante para a funcionalidade do rosto e contribui para manter a aparência mais jovem. A auto-estima fica elevada e a imagem que o indivíduo possui de si mesmo – e que passa aos outros – fica mais harmoniosa e positiva”, acrescenta.

Gerson – professor em suas especialidades há cerca de 25 anos – aponta que o ortodontista e o ortopedista facial conhecem todo o crescimento, o desenvolvimento e o envelhecimento do rosto e a relação da face com outros sistemas e órgãos do corpo. Por isso estes profissionais têm capacidade técnica para propiciar mais qualidade de vida ao paciente. “Os problemas ortodônticos ou ortopédico-faciais que não foram tratados na infância ou adolescência aceleram – já na idade adulta – o envelhecimento facial. Quanto mais cedo for a intervenção, melhores serão os resultados, sempre respeitando todas as características do indivíduo”, finaliza.

Fonte: Portal Dentistry

Publicado por FGM Interativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *