cigarrro

São notórios os malefícios do cigarro para a saúde e o quanto é prejudicial para quaisquer procedimentos médicos

Na odontologia, além de prejudicar técnicas puramente estéticas, como o clareamento dental, o tabaco coloca em risco cirurgias significativas como a do implante dentário.
Não é surpresa para ninguém que o uso continuado de cigarro escurece os dentes. É muito fácil identificar um fumante pela coloração dos dentes. Mas os problemas vão além. O cigarro afeta diretamente a saúde bucal, sendo considerado um agravante a quem precisa realizar um implante.
Os profissionais devem alertar seus pacientes fumantes que o hábito pode causar a perda do implante e até mesmo estender o pré-operatório, já que o cigarro está ligado à perda óssea alveolar: fumantes crônicos têm sete vezes mais perda óssea dos que aqueles que nunca fumaram.
Além desse fator decisivo para o sucesso de um implante dentário, há ainda a diminuição na vascularização sanguínea ocasionada pelo tabaco, que retarda a cicatrização e a recuperação da cirurgia, podendo ocasionar ainda infecções e colabora, sem dúvida, para a perda do implante.
Assim sendo, o ideal para uma cirurgia de implantes dentários é parar com o fumo o quanto antes. Procure ajuda de profissionais para largar o vício e, assim, receber o tão sonhado implante. Se isso não for possível, então é indicado parar de fumar dias antes e após a cirurgia.

Jorge Iarossi é cirurgião dentista e diretor da Iarossi Saúde Odontológica e da Odontologia Personnalité, ambas em Guarulhos, na Grande São Paulo

Publicado por FGM Interativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *