marketing útil consultório

Por que o marketing pode ser útil para o seu consultório

Preparamos uma série de quatro posts especiais para você, dentista, que decidiu se aventurar no ramo do empreendorismo e montar seu próprio consultório! O post de hoje é sobre marketing e traz dicas de como divulgar seus serviços de forma adequada e estimular os pacientes a darem preferência ao seu consultório. Acompanhe também os próximos posts, que falam sobre gestão do consultório e definição de valores e dão dicas para um bom empreendimento odontológico. Boa leitura!

Terminar a faculdade, registrar-se no Conselho Regional de Odontologia (CRO) e ingressar no mercado de trabalho. Se o objetivo for o de montar uma clínica, alugar ou comprar uma sala, calcular os custos e sair em busca de clientes. Na teoria, funciona. Porém, a universidade nem sempre ensina como formar clientela e estimular as pessoas a utilizarem seus serviços profissionais e não os do concorrente. Para auxiliar nesse processo, o marketing de relacionamento é uma das ferramentas mais relevantes.

Conjunto de ações que buscam criar diferenciais, destacar o negócio e fixar a marca (no caso, o profissional) na mente do consumidor, na prática, o marketing de relacionamento desenvolve um perfil dos potenciais clientes: tenta descobrir por que o paciente procurou determinado dentista e quais são as suas expectativas, além de facilitar o contato entre as partes e otimizar os serviços.

Um bom plano de marketing, explica o consultor Márcio de Souza, diretor da ProxyMed Gestão e Marketing Médico e Odontológico, é o pontapé inicial de qualquer empreendimento de sucesso, não importa o tamanho da clínica ou do consultório.

Segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), o Brasil é o país com o maior número de cirurgiões-dentistas. Enquanto 26 nações da Europa, juntas, formam 11 mil profissionais por ano, só no Brasil são nove mil diplomados no mesmo período. Em Santa Catarina, encontra-se em atividade pouco mais de nove mil dentistas. Para Flavio Alves Ribeiro, diretor de negócios da FAR Coaching e Consultoria, o problema ainda é a falta de empreendedorismo. “Nos últimos anos, o mercado passou por uma mudança importante no que diz respeito à necessidade de formação, que ainda é exclusivamente tecnicista. Assim, para o recém-formado, empreender em odontologia é um enorme desafio”, aponta o consultor.

Com um mercado tão centralizado – 75% dos cirurgiões-dentistas atuam nas regiões sul e sudeste –, outra dificuldade é se sobressair profissionalmente. Souza indica que o marketing é um caminho. “O dentista pode realizar ações institucionais, sociais, participar de congressos e escrever artigos para jornais e revistas especializadas. Isso desenvolve uma imagem positiva junto ao público. A interação digital também é importante, mas deve ser feita por profissionais que saibam analisar os dados das redes sociais”, pondera.

Marcelo Alves, professor da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (Forp/USP), dá algumas dicas para quem quer se adaptar a essa realidade. “A odontologia bem praticada por um profissional de capacidade mediana ainda apresenta uma rentabilidade interessante. Ocorre que só percebemos as dificuldades quando as necessidades financeiras já se apresentam mais profundas. Frente a esse cenário, a busca de conhecimento se torna fundamental”, prescreve. Para ele, Sebrae, cursos, palestras presenciais ou on-line e consultorias podem (e devem) fazer parte do arsenal. “Mas identificar o real motivo de cada uma dessas ações é um meio para determinar o foco da reengenharia administrativa do consultório”, assinala.

Entre os atributos dos profissionais que investem em marketing, Alves destaca proatividade, visão de futuro, controle de processos internos, protocolos de atendimento e controle dos números. “Aquele que alia a alta qualidade técnica à alta performance administrativa tem o poder de encantar os clientes por seus vários aspectos de percepção, identificando onde está o valor do atendimento para o paciente”, acentua.

Publicado por FGM Interativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *