gestão

Os 5 Ps do marketing para dentistas ganharem dinheiro

0319_post_heloisa_1Odontologia e marketing, assim como em diversos mercados, devem andar alinhados, mas muito dentistas ainda não se deram conta disso. Por isso chamamos uma especialista no assunto para orientar os colegas de profissão que querem dar um up na carreira. Melhor do que isso, agir de forma estratégica.

A doutora Heloísa Borges é autora do livro Marketing e venda para dentistas – Estratégias e ferramentas práticas para seu consultório, no qual explica de forma clara conceitos de marketing e dá dicas de aplicação tanto para dentistas que estão começando quanto para aqueles que querem expandir o seu negócio.

Abaixo, cinco dicas que vão mudar a percepção de sua clínica, o chamado “Mix de marketing”, formado por 5 Ps: 

1º P.onto
“Observe a sua clínica e analise o que você pode melhorar com poucos recursos: segurança, fachada (se tem uma cor de destaque), o acesso facilitado e se o cliente acha o espaço agradável. Às vezes só mudar o estofado ou o piso, pintar a fachada e tornar o ambiente mais moderno faz com que ele se sinta à vontade e volte”. 

2º P.roduto (o serviço que o dentista oferece)
“O dentista tem de estar sempre melhorando. Sugiro que reflita: qual foi a última vez que você fez um curso de atualização ou se especializou? Se estiver sem dinheiro para investir em pós-graduação e especializações, você pode consultar blogs e sites especializados. O profissional tem de saber o que está acontecendo e sempre melhorar tecnicamente”. 

3º P.reço
“Como sempre digo, preço bom é o que cabe no bolso do seu cliente. É preciso fazer o melhor possível alinhado com o seu público-alvo, só assim o preço vai valer a pena. Uma alternativa é o controle de custos. Aumente a receita e diminua o custo”.

4º P.romoção
“A melhor propaganda ainda é a recomendação. Quando o seu cliente está satisfeito, ele te indica. Aqui outro item importante é relacionamento. Hoje o dentista tem de estar no mundo virtual, ter um blog, site, estar nas redes sociais e, principalmente, não ligar para o pacientes só para dar retorno, mas mandar um recado no aniversário, um e-mail na Páscoa… Usar a internet, um meio rápido e barato, para se relacionar”.

5º P.essoas
“Dentista tem a mania de achar que recepcionista deve ser a ‘mocinha do telefone’. Ela pode ser até ser inexperiente, mas é preciso investir em treinamento para que ela sempre seja educada com os clientes, que seja profissional e saiba o que o dentista espera dela. Não adianta ser bom, formado pela USP e com especializações se sua equipe é fraca”.

Agora é hora de implementar as estratégias! Se precisar de algum apoio, você pode ler o livro ou procurar auxílio de consultores especializados no mercado. Bons negócios!

Publicado por FGM Interativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *