hipersensibilidade

Hipersensibilidade Dentinária x Uso de Dessensibilizantes

0424_sensibilidade

A hipersensibilidade dentinária é causada na maioria dos casos pela exposição da camada dentinária dos dentes gerada pela perda parcial do esmalte ou cemento dentário. A perda (ou desgaste) dessas estruturas que recobrem a dentina pode estar relacionada com:

Erosão ácida: se caracteriza pela perda do esmalte dentário devido à ingestão exagerada de alimentos /bebidas ácidas ou por problemas gástricos (refluxo);
Bruxismo: pode causar desgaste do esmalte e exposição da dentina devido ao trauma oclusal;
Uso de dentifrícios muito abrasivos: podem desgastar a estrutura do dente;
Trauma por escovação, oclusal ou problemas periodontais: fatores esses que podem levar à recessão gengival, que se caracteriza pela exposição da raiz do dente causada pelo deslocamento da gengiva, desgaste da camada de cemento e exposição da dentina radicular.

Outra causa comum da sensibilidade nos dentes está relacionada ao tratamento de clareamento dentário. O gel que atua no processo de clareamento promove um processo químico que algumas vezes leva a uma hipersensibilidade temporária.

Os géis de clareamento da FGM já possuem dessensibilizantes na formulação, diminuindo e muito esse tipo de incômodo, porém, em alguns casos, ainda pode ser necessário o uso de dessensibilizantes.

Para tratar a hipersensibilidade dentinária, a FGM dispõe de produtos de qualidade que aliam praticidade com resultados excelentes proporcionando conforto e qualidade de vida aos pacientes. Veja abaixo:

seringa_nanoP

 

Nano P:

É uma pasta que contém um agente dessensibilizante e remineralizante baseado na tecnologia de fosfato de cálcio nanoestruturado, organizado na forma cristalina de hidroxiapatita – mineral que compõe a estrutura dental. Ele age de duas maneiras:

Ação química: presença de 9000 ppm de flúor e nitrato de potássio a 5% (age na despolarização das fibras nervosas).

Ação física: Por ser nanométrica, a hidroxiapatita penetra com maior facilidade no interior dos túbulos dentinários e das microtrincas em esmalte, promovendo um selamento de qualidade.

A aplicação fácil, rápida e segura: o procedimento simplificado de aplicação confere maior conforto durante o tratamento e a dessensibilização é duradoura e a remineralização eficaz.

 

nanop-oo2

Fotomicrografia mostrando a obliteração dos túbulos dentinários quando aplicado Nano P.

Desensibilize:

Outra opção de produto com ação dessensibilizante é o Desensibilize, uma solução viscosa neutra que combina dois mecanismos de dessensibilização: oclusão de túbulos dentinários do Cloreto de Estrôncio e neural do Nitrato de Potássio. Tem alto poder de penetração na estrutura dental. A aplicação feita pelo profissional é rápida e indolor e os resultados duradouros.

 

 

Desensibilize

 

KF 2% e 0,2%:

Na linha de dessensibilizantes para clareamento temos o Desensibilize KF 2%, um gel de baixa viscosidade à base de nitrato de potássio e fluoreto de sódio que lhe conferem dupla ação dessensibilizante. É indicado no tratamento de dentes com sensibilidade moderada a alta a variações de temperatura e a alimentos, sensibilidade após tratamento periodontal e no tratamento de sensibilidade que pode ser causada por clareamento dental de consultório e como agente remineralizante após o tratamento por microabrasão. Só pode ser utilizado pelo profissional!


seringa_nanoP

Outra alternativa é o Desensibilize KF 0,2%, um gel dessensibilizante de baixa viscosidade com dupla ação dessensibilizante que não interfere na velocidade do clareamento dental. Possui dupla ação dessensibilizante: a ação neural do Nitrato de Potássio e oclusiva do fluoreto de sódio. Pode ser utilizado antes ou depois do clareamento dentário caseiro e pelo próprio paciente na moldeira de clareamento.

Publicado por FGM Interativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *