halitose

Como curar a halitose

O efeito da maioria das balas de hortelã é passageiro, como aquelas minúsculas guloseimas que enganam o estômago vazio. O sabor refrescante da hortelã envolve a boca, mascarando de imediato qualquer gosto indesejado. Mas logo depois, o hálito mentolado desaparece. O frescor some gradativamente, deixando aquele odor terrível que tanto nos atormentou minutos antes.

Para combater o mau hálito efetivamente, sua primeira e mais barata linha de defesa é parar de alimentar as bactérias. Lembre-se de que os principais componentes dos gases bucais desagradáveis que chamamos de mau hálito são sobras de partículas de alimentos. É por isso que é importante escovar os dentes cuidadosamente e usar fio dental regularmente. Ao fazer a higiene bucal, preste atenção especial à parte posterior da língua. Com o uso de escova de dentes ou raspador lingual no fundo da língua, você pode atacar o centro das bactérias que provocam esse odor. Se não fizer isso, você pode ter periodontite e gengivite, que, por sua vez, provocam mau hálito. As aberturas que ficam entre a gengiva doente e os dentes são os principais locais onde as bactérias se desenvolvem.

Um dos produtos mais comuns que as pessoas compram para combater a halitose é o anti-séptico. A Revista Médica Britânica recomenda o uso de soluções que contenham gluconato de clorexidina, que realmente mata as bactérias [fonte: Scully et al]. Fazer o enxágue bucal com o antisséptico à noite faz com que você acorde de manhã com um hálito mais refrescante, uma vez que a secura da boca que ocorre quando está dormindo estimula a produção de bactérias [fonte: Fisher (em inglês)].

Como era de se esperar, o que você ingere durante o dia também pode influenciar o impacto olfativo do hálito. Beber água ao longo do dia não é excelente apenas para seu corpo, mas também para seu hálito. A água elimina as bactérias e partículas que estimulam a halitose. Certos alimentos, como salsa, sementes de funcho e cenoura (em inglês), também podem refrescar seu hálito.

Se uma boa higiene bucal (em inglês) não diminuir a halitose e você desconfiar que sofre de um problema crônico, talvez seja hora de ir ao dentista. Ele pode ajudá-lo a tomar outras medidas para acabar com a doença. Conforme mencionamos na página anterior, o mau hálito pode ser provocado por problemas em outras partes do corpo além da boca. Nesse caso, um médico pode ser capaz de indicar a causa.

Se você simplesmente estiver inseguro em relação ao seu hálito, saiba que não está sozinho. Cerca de um quarto das pessoas que procuram especialistas em halitose não apresenta a doença crônica [fonte: Fisher (em inglês)]. Isso porque muitas acham seu hálito pior do que realmente é. Os pratos que contêm alho e cebola certamente agravam o mau cheiro, mas uma higiene bucal adequada mantém sua boca limpa e seu hálito fresco.

Publicado por FGM Interativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *