Laminados cerâmicos minimamente invasivos: do planejamento à cimentação

Paulo S. Quagliatto, Denildo de Magalhães, Auro Tomio Nisiyama, Guilherme Faria Moura, Jéssica de Freitas Rabelo e Valeska Barros
Paulo Sérgio Quagliato - Professor Adjunto Doutor de Dentística (FOUFU-MG); - Doutor em Dentística Restauradora (UNESP/Araraquara-SP); - Coordenador do Curso de Odontologia (FOUFU-MG); - Coordenador do Curso de Especialização (APCD Brasília-DF). Denildo de Magalhães - Professor Titular Área de Periodontia (FOUFU-MG); - Professor do Programa de Pós-Graduação, Mestrado e Doutorado (FOUFU-MG); - Coordenador Didático do Centro de Pós-Graduação (HD Ensinos Odontológicos Uberlândia-MG); - Coordenador Didático do Centro de Pós-Graduação (AHD Ensinos Odontológicos Porto Velho-RO); - Coordenador do Curso de Especialização em Periodontia (HD Ensinos Odontológicos Uberlândia-MG); - Coordenador do Curso de Especialização em Implantodontia (AHD Ensinos Odontológicos Porto Velho-RO). Auro Tomio Nisiyama - Especialista em Dentística; - Coordenador do Curso de Odontologia Estética (APCD Ribeirão Preto-SP). Guilherme Faria Moura - Graduação em Odontologia (FOUFU-MG); - Mestrado em Clínica Odontológica (FOUFU-MG). Jéssica de Freitas Rabelo - Graduação em Odontologia (FOUFU-MG). Valeska Barros - Aluna do Curso de Odontologia Estética (APCD Ribeirão Preto-SP).

Paciente do gênero feminino, 19 anos de idade.

A QUEIXA
Diastemas generalizados nos dentes ântero-superiores.

ASPECTO INICIAL
Presença de diastemas, frênulo labial superior com inserção baixa e estabilidade oclusal.

O EXAME CLÍNICO/RADIOGRÁFICO
Periodonto saudável, estabilidade oclusal e dentes hígidos com diastemas significativos, inclusive entre dentes 11 e 21 com frênulo labial superior persistente.

O TRATAMENTO
Após o devido planejamento, com fotografias e modelos de estudo, foi realizada a frenulectomia, clareamento dental e seis laminados cerâmicos minimamente invasivos nos dentes 23 ao 13.