Facetas para maximização estética do sorriso

Gustavo Huertas M. e Diana Alarcon V.
Gustavo Huertas M. - Graduado em Odontologia pela Universidad Peruana Cayetano Heredia, San Martín de Porres (Peru); - Especialista em Reabilitação Oral pela Universidad Científica del Sur (Lima-Peru); - Professor de Pós-Graduação em Reabilitação Oral da Universidad Científica del Sur (Lima-Peru); - Professor de Pós-Graduação em Odontologia Estética e Restauradora da Universidad Científica del Sur (Lima-Peru); - Professor de Pós-Graduação de Reabilitação Oral da Universidad Privada San Juan Bautista (Lima-Peru).
peru   Caso clínico realizado no Peru.

 

Paciente do gênero feminino, 45 anos de idade.

A QUEIXA

Sorriso “envelhecido”.

ASPECTO INICIAL

Dentes ântero-superiores exibindo tendência a sorriso invertido com bordo incisal dos centrais no mesmo nível dos laterais ou pouco acima.


 

O EXAME CLÍNICO/RADIOGRÁFICO

Apesar de boa saúde bucal, os dentes apresentavam-se escurecidos e com tendência a sorriso invertido.

 

O TRATAMENTO

Após o planejamento computarizado, percebeu-se que uma alteração de forma e cor dos dentes poderia rejuvenescer o sorriso. Optou-se por laminados cerâmicos, de canino a canino. Ainda com preparos dentais conservadores, conseguiu-se espessura sufi ciente de cerâmica para alterar substancialmente a cor dos dentes e conferí-los um formato mais adequado sem prejudicar a oclusão.