Remodelação estética e fechamento de diastemas após tratamento ortodôntico

Prof. Humberto Carlos Pires
- Coordenador e Professor do Curso de Especialização em Dentística da APCD/EAP - Regional de São José do Rio Preto-SP. - Professor das Disciplinas de Dentística e Materiais Dentários dos Cursos de Graduação em Odontologia da UNICASTELO/Fernandópolis-SP e da FUNEC/Santa Fé do Sul-SP. - Especialista e Mestre em Dentística, opção Materiais Dentários-FOB/USP.

RESUMO

O presente trabalho relata um caso clínico de remodelação estética com resina composta direta após conclusão de tratamento ortodôntico, em paciente que apresentava diastemas e dentes com forma e tamanho desproporcionais. Foi escolhida uma resina composta (OPALLIS – FGM) microhíbrida, fotopolimerizável, com propriedades de fluorescência e opalescência, e com várias opções de cores e translucidez. Um guia de silicone foi utilizado para auxiliar a obtenção da forma e contorno da parede lingual dos dentes que foram remodelados, seguido da técnica da estratificação com 6 cores de resinas com diferentes graus de opacidade/translucidez. O resultado mostrou que, por meio de restaurações diretas com uma resina composta com boas propriedades óticas, é possível o restabelecimento estético/funcional e a obtenção de um sorriso harmônico e natural

INTRODUÇÃO

O principal objetivo dos tratamentos ortodônticos é buscar o total restabelecimento da funcionalidade dos dentes, ossos, articulações e músculos envolvidos na mastigação. Paralelamente, contribui sensivelmente para melhorar a estética facial e para a harmonização do sorriso dos pacientes, que, cada vez em maior número, procuram os consultórios odontológicos para tratamentos onde almejam um sorriso ideal.

Entretanto, a busca desse objetivo, somente por meio de tratamento ortodôntico, pode ser dificultada devido a características individuais dos dentes de cada paciente, pois não depende só de adequado posicionamento e alinhamento nas arcadas dentárias, mas também de outros fatores como, forma e tamanho, relação altura/largura, cor, dentre outros.

RELATO DO CASO CLÍNICO

O caso clínico que será apresentado refere-se à paciente TCG, 16 anos, que, após a conclusão do tratamento ortodôntico, nos foi encaminhada para que realizássemos um procedimento restaurador com o objetivo de fechar os diastemas e alterar a forma e anatomia dos dentes, visando melhorar a estética do sorriso, visto que os dentes, embora alinhados e bem posicionados, estavam em desarmonia, pois apresentavam forma e tamanho desproporcionais.

Após analisar e discutir as possibilidades para solucionar o caso, ficou decidido pela remodelação estética com resina composta direta.

Na fase clínica, foi realizado um desgaste de aproximadamente 1mm na incisal dos elementos 11 e 21; nos elementos 12, 13, 22 e 23, nenhum tipo de desgaste foi efetuado. Feitos a escolha de cor e isolamento absoluto, o esmalte das faces vestibulares, proximais e incisais foi condicionado com ácido fosfórico (Condac 37 – FGM) durante 30 segundos. Após lavagem, secagem, aplicação de adesivo e fotoativação por 20 segundos, iniciamos a inserção dos incrementos do material restaurador, onde cada incremento, dependendo do grau de translucidez/opacidade da cor utilizada, era fotoativado de 20 a 40 segundos.

Com auxílio do guia de silicone, previamente confeccionado sobre um modelo de estudo onde foi realizado o enceramento de diagnóstico e planejamento do caso, uma delgada camada de resina composta micro-híbrida para esmalte Opallis (FGM) cor EA2, com características de translucidez, foi utilizada para confeccionar o esmalte palatino. Sobre essa primeira camada, em toda extensão da borda incisal dos elementos 11 e 21, e na porção mesial, que seria remodelada, da borda incisal dos elementos 12 e 22 foi depositado um filete de resina opaca Opallis (FGM) cor OP para tentar reproduzir um halo opalescente nessas regiões. Para restaurar a porção correspondente à dentina, uma camada de resina Opallis (FGM) cor DA2 e/ou DA3, com características de opacidade, foi inserida em todos os dentes. Com objetivo de obter efeito de maior translucidez, nos elementos 11, 12, 21 e 22, foram colocadas próximo ao halo opalescente pequena quantidades de resina Opallis (FGM) cor T-Neutral. Finalizando a inserção de material, um último incremento foi inserido com a finalidade de reconstruir o esmalte vestibular. Para este propósito, as resinas utilizadas foram: Opallis (FGM) cor EA3 nos elementos 13 e 23, e Opallis (FGM) cor EA2 nos elementos 11, 12, 21 e 22.

Com pontas diamantadas nos 2135, 3195 e 3118 F e FF foi realizado o acabamento inicial para remoção dos excessos, ajuste em máxima intercuspidação habitual (MIH) e durante os movimentos mandibulares (guias anterior e lateralidade direita e esquerda). As mesmas pontas diamantadas foram utilizadas, numa outra sessão clínica, para o refinamento da forma, anatomia e texturização superficial. O polimento final foi conseguido com pasta diamantada Diamond Excel (FGM).

DISCUSSÃO

As características individuais dos dentes de cada paciente podem dificultar, e até mesmo impedir, que após a finalização de um tratamento ortodôntico o objetivo estético seja conseguido, pois este não depende só de adequado posicionamento e alinhamento dos dentes nas arcadas dentárias, mas também de outros fatores como, forma e tamanho, relação altura/largura, cor, textura de superfície, relação de contato (principalmente as ameias incisais e vestibulares), área plana, linha do sorriso, linha média, dentre outros.

Dentre as opções de tratamentos propostos, as restaurações indiretas em porcelana (facetas), quando bem trabalhadas, são mais estéticas, tem uma longevidade maior, são mais resistentes ao desgaste e tem maior lisura superficial quando comparadas com restaurações diretas com resina composta.

No entanto, devido às melhorias das propriedades mecânicas e físicas (principalmente as óticas) das resinas compostas modernas e dos avanços alcançados na área dos adesivos, atualmente é possível usar esses materiais para realizar restaurações funcionais e estéticas, de maneira que apresentem longevidade satisfatória e ainda que proporcionem um alto grau de satisfação pelos pacientes.

Após serem apresentadas, analisadas e discutidas as possibilidades para solucionar o caso, a opção pela técnica restauradora direta com resina composta, foi escolhida devido aos seguintes fatores:

– Preservação de estrutura dental sadia: restaurações indiretas requerem um preparo mais invasivo com desgaste dental para se obter melhor estética, maior retenção e estabilidade.

– Econômico: menor custo quando comparada com as técnicas restauradoras indiretas.

O modelo de estudo obtido na consulta inicial foi útil para que fizéssemos o enceramento de diagnóstico para planejamento do caso, mostrar ao paciente a modificação idealizada e posterior confecção do guia de silicone. A opção pela utilização desse guia se deu para facilitar a obtenção da forma e contorno da parede lingual dos dentes a serem remodelados e pela não urgência para conclusão do caso, pois a paciente fazia uso de uma placa de contenção.

Devido ao policromatismo dos dentes naturais, em restaurações estéticas é de extrema importância a utilização de um material que apresente uma grande variedade de cores (matizes), com propriedades de fluorescência e opalescência, e que permita trabalhar as características de opacidade e translucidez presentes em maior ou menor grau nas diferentes áreas dos dentes naturais. Assim, foi escolhida uma resina micro-híbrida (Opallis – FGM), fotopolimerizável, de excelentes propriedades mecânicas e físicas, com várias opções de cores, onde dispõe das cores da escala VITA para esmalte e dentina, e ainda apresenta matizes especiais de elevada translucidez, elevada opacidade para criar esses efeitos quando necessárias essas características.

CONCLUSÃO

Concluímos que, por meio do conhecimento das propriedades do material e do domínio da técnica da estratificação de cores com resina composta direta, associadas à utilização de um compósito com boas propriedades óticas, é possível o restabelecimento estético/funcional e a obtenção de um sorriso harmônico, natural, expressivo de beleza e harmonia estética.