Relação entre Periodontia e Prótese na Reabilitação Estética.

Eduardo Christiano Caregnatto de Morais, Ubiracy Gaião, Sávio Moreira da Silva, Rogério Goulart da Costa, Fabrício Perucelli e Alexandre Teixeira

SEXO E IDADE DO (A) PACIENTE: Paciente do sexo feminino, 26 anos.

 

QUEIXA PRINCIPAL:

Além da insatisfação com o tamanho e alinhamento dos dentes a paciente procurou atendimento para diminuir a exposição de gengiva durante o sorriso máximo.

 

AVALIAÇÃO CLÍNICA/RADIOGRÁFICA INICIAL:

Falta de harmonia entre tecido gengival e dentes.

TRATAMENTO EXECUTADO:

Optou-se por alternativas protéticas para o recontorno do sorriso considerando a possível remodelação da arquitetura gengival buscando refinamento do posicionamento do zênite dos dentes (em intervenções mais conservadoras) ou mesmo um aumento da exposição coronária (em intervenções mais amplas) para nova proporção largura/altura dos dentes.

Foram confeccionados laminados cerâmicos sobre preparos conservadores para o recontorno cosmético do sorriso devido à intenção de modificação de forma, textura, alinhamento e tamanho dos dentes e, ainda, alguma alteração de cor possibilitada pelo conjunto dente-cimento-cerâmica.

 

 

O cimento veneer permite um escoamento adequado para que não haja necessidade de compressão sobre os laminados cerâmicos no momento do assentamento, evitando situações indesejadas de fraturas ou trincas. Além disso, as possiblidades de try-in e diferentes cores do cimento possibilitam um arranjo interessante e versátil para instalação deste tipo de trabalho protético”

Prof. Dr. Eduardo Morais