Influência dos agentes clareadores e um refrigerante a base de cola na microdureza do esmalte dental

ARAÚJO RM, TORRES CRG, ARAÚJO MAM.

Influência dos agentes clareadores e um refrigerante a base de cola na microdureza do esmalte dental e a ação da saliva na superfície tratada

Resumo:
 
O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de três agentes clareadores e uma bebida carbonatada, à base de cola, sobre a microdureza do esmalte dental, assim como os efeitos da saliva artificial sobre o esmalte tratado com estes agentes. Foram utilizados quarenta dentes incisivos bovinos embutidos em resina acrílica. As amostras foram avaliadas em microdurômetro (Future Tech FM 700) após a divisão em quatro grupos, uma leitura inicial da microdureza serviu como controle do experimento: Grupo 1: peróxido de carbamida a 10% (Whiteness Perfect- FGM); Grupo 2: refrigerante Coca-Cola; Grupo 3: peróxido de carbamida a 37% (Whiteness Super – FGM); Grupo 4: peróxido de hidrogênio a 35% (Whiteness HP – FGM). Os dados foram
submetidos aos testes estatísticos ANOVA e Tukey. Conclui-se que os agentes clareadores não diminuíram a microdureza do esmalte; a exposição à Coca-Cola diminuiu significantemente a microdureza do esmalte; o tempo de exposição aos agentes foi significante apenas para a Coca-Cola; o armazenamento em saliva aumentou a microdureza do esmalte exposto ao peróxido de carbamida a 37%; à Coca-Cola e ao peróxido de hidrogênio a 35%.
 

Fonte:
Rev Odonto Ciênc. 2006; 21 (52): 118-24 .