[3º lugar CTAC APS] Excelência estética com resina composta em dentes anteriores.

Estudante: Sebastião Guilherme Dutra de Souza - Orientadora: Profa. Alessandra Reis Bastos de Oliveira
Estudante: Sebastião Guilherme Dutra de Souza - Orientadora: Profa. Alessandra Reis Bastos de Oliveira
IES: Universidade Paulista de Brasília - UNIP

Paciente G. A. P. S., 20 anos, sexo masculino, compareceu a clínica integrada da Universidade, relatando que estava insatisfeito com uma restauração de resina composta que possuía no dente 11, sendo a sua queixa principal “a restauração está com cor diferente do dente”.

Ao exame clínico notou-se uma restauração de resina composta do tipo classe IV no dente 11 com alteração na cor e no valor, afetando a harmonia do sorriso do paciente. Após anamnese e exame clínico foi observado que o paciente possuía mordida topo a topo, machas brancas generalizadas por hipoplasia em esmalte. Sendo que ele não queria que removesse essas manchas. A higiene oral do paciente era satisfatória, algumas restaurações em resina composta, ausência de lesões cariosas.

Frente ao exame realizado o tratamento inicial proposto para o caso clínico foi a remoção da restauração insatisfatória, sendo posteriormente restaurado com a técnica direta com os produtos da FGM. Na primeira sessão o paciente foi moldado com silicone de adição densa para confecção de guia palatina, após moldar o paciente foi feita a profilaxia com pedra pomes e em seguida a seleção de cor com esferas de resina polimerizada no esmalte e dentina. O isolamento absoluto de canino a canino, proporcionou campo operatório seco, e possibilitando utilizar a guia de silicone para confeccionar a concha palatina. Com ponta a diamantada esférica 1014 (KG) foi removida toda a restauração insatisfatória, e com a ponta diamantada com formato de ponta de lápis 3195F foi feito o bisel longo para que não observasse a linha de união entre a restauração e o dente. Após o preparo foi dado início a técnica restauradora, com condicionamento ácido fosfórico CONDAC 37% por 15 segundos em dentina e 30 segundos em esmalte. Após o condicionamento ácido lavou por 30 segundos e secou com papel absorvente.

Com o auxílio da guia de silicona, foi reconstruída a concha palatina com a resina VITTRA TRANS N, colocando a resina na matriz, acomodando com a espátula para resina, depois levando a em posição no dente do paciente e fotoativando por 20 segundos. Em seguida foi inserida a resina ViITTRA DAO para dentina e OPALLIS OP White para imitar as manchas brancas de fluorose, com a espátula e pincel foi esculpindo a forma da dentina e dos mamelos. Entre os mamelos foi utilizada a resina OPALLIS T-BLUE e VITTRA TRANS OPL que também foi fotoativada por 20 segundos. A camada final incremento de resina VITTRA E-BLEACH para esmalte deixando uma camada uniforme e após foi realizada a fotoativação final, por 60 segundo. Com os discos de acabamento DIAMOD PRO SORTIDO 8/12MM foi feito o acabamento, da granulação mais grossa para mais fina e borrachas abrasivas. No polimento foi usada à pasta DIAMOND EXCEL com o disco feltro FELTRO DIAMOND, em seguida a escova de carbeto silício, e por último escova de pêlo de cabra para maior brilho.